Diário de bordo, 27 de junho

Digo pro mundo: “estou superando meus limites”

Gente,

segundo dia que estamos na estrada com a Charlotte e quanto à mim, meu segundo dia de adaptação sobre como é dormir na estrada.

Sabe o que me passa na cabeça agora enquanto escrevo estas linhas? Como que os caminhoneiros conseguem dormir num caminhão, muitas vezes na beira de estrada mesmo, muitas vezes sem segurança em volta.

Acho que não poderia haver melhor comparação.

Hoje estamos em Leek, ainda, pois a meteorologia não está me ajudando nem um pouco. Que tal me ajudarem em escrever para a Maju e fazer ela dar um jeito aqui na Inglaterra em mandar um sol daqueles? Pois tá triste demais aqui. Nossa, me descobri mais do que nunca que sou uma pessoa do sol MEEEESMO. Sabe aqueles finais de semana prolongados em São Paulo e tão esperados e mais ainda pela ida à Caraguatatuba ou Ubatuba e quando chega o dia: PÁ!!!! Toma surra de chuva e frio. Essa sol eu, mas agora aqui na Inglaterra.

Mil perguntas passaram e ainda passam na cabeça sobre como é viajar num carro e principalmente dormir nos campings ou se necessário simplesmente parar e ficar ali até o amanhecer?

blog27_5.jpg

blog27_3.jpg

Quando aceitei o convite do meu marido em viajar de carro, busquei muito em vlogs e outros conteúdos para entender como é viver na estrada e isso envolve não somente alimentação, gastos e etc, mas também coisas como tomar banho e principalmente dormir. O dormir não é só ali parar o carro e pronto. Pra muitos que saem viajando é muito tranquilo pelo que vi, mas e para os marinheiros de primeira viagem? Será que é perigoso? Quais os melhores lugares para ficar? E custo para estadia em campings, ainda mais que este tipo de viagem é preciso também economizar.

A primeira noite foi bem complicada pra mim. O Steve é bem tranquilo com essas coisas e aqui na Inglaterra é muito comum para a maioria e muitos vivem assim numa motorhome, parando muitas vezes em qualquer lugar, desde que não esteja estacionando de maneira inconveniente ou proibida.

Paramos em Lancaster e encontramos uma estradinha onde havia umas casas em volta. Um lugar muito bonito por sinal. Achei que seria o terror estar ali, mas lembrando de como são as pessoas daqui e como todos se respeitam bastante, fiquei mais segura. No entanto, o barulho da chuva batendo na lataria e o frio tiraram um pouco meu sono. Mas consegui passar a noite. Acordamos bem cedo e quando pensamos que poderíamos voltar à Blackpool, não parava de chover e então decidimos voltar à Leek e Stoke-on-Trent.

Blackpool é uma cidade na Inglaterra onde é a Las Vegas inglesa. Tem um pier com parque de diversões, cheio de brinquedos e ruas cheias de casas de jogos e entretenimento como música e até a famosa Madame Tousseaud’s.

blog27_6.jpg.jpeg

…e o Steve ganhou aqui pelo placar de 7 x 2. (ai os 7 denovo da derrota da Copa do Mundo).

20170626_182656.jpg

20170626_174833.jpg

O pier!

20170626_174936.jpg

Lembra a Torre Eifel?

Aqui TODO O INGLÊS que vem pra cá deve pedir um fish and chips e comer com a vista do pier

20170626_185021.jpg

20170626_171957.jpg

Ao vir em, Blackpool não deixe de passear À NOITE pelas rua principal pra conferir a iluminação noturna. Tem até campeonato de fogos de artifício!!!

Uma pena mesmo que o clima não ajudou muito onde optamos em não retornar lá para passar a noite e conferir esse momento. Mas esperamos retornar e conferir!!

20170626_173957.jpg

Imagina esta vista com um pôr do sol….

Todas as fotos da nossa ida à Blackpool também estão no nosso Instagram.

… e diga você também para o mundo para o qual veio!

Anúncios